Search
Close this search box.

Uma criança de quatro anos sofreu sérias queimaduras durante um evento tradicionalista em Espumoso

Taiana Camargo

Taiana Camargo

Um acidente ocorrido ainda no dia 20 de setembro, durante o Feriado Farroupilha, veio à tona agora e expôs um grave fato que deixou pai e filho feridos na cidade de Espumoso. Conforme informações daquele local, divulgadas por meio do advogado que representa as pessoas que sofreram os ferimentos, durante um evento tradicionalista em um grupo de artes nativas , uma estrutura de ferro que sustentava a chama crioula, alimentada por querosene, foi deixada desprotegida no chão, em meio a uma multidão de pessoas. Segundo populares, tratava-se de uma estrutura onde a Chama ficava em um suporte.

Ao redor da estrutura, diversas pessoas se aglomeravam, incluindo crianças. Em dado momento, uma das crianças teria esbarrado na estrutura, que sem fixação caiu, espalhando querosene  em chamas e atingindo em cheio um menino de apenas 4 anos, que estava nas proximidades. O pai do menino, agiu de forma  imediata para tentar apagar o fogo, mas acabou sofrendo graves queimaduras também.


Ambos necessitaram de atendimento especializado  e transferidos para o setor  de queimaduras do Hospital de Pronto Socorro em Porto Alegre. O pai permaneceu por um total de  15 dias de  internado, passando por  diversos procedimentos na pele. Já o menino, com queimaduras de terceiro grau, segue  hospitalizado, passando por cirurgias delicadas e sem previsão de alta. O caso segue agora na esfera jurídica em busca de respostas sobre como uma estrutura com querosene em chamas foi colocada em meio ao público sem proteção.

 

Informações e foto Clic Espumoso