Search
Close this search box.

Trabalhador morre soterrado em silo no Oeste de Santa Catarina

Taiana Camargo

Taiana Camargo

Um homem de 37 anos perdeu a vida em um trágico acidente nesta segunda-feira, 11, em Linha Humaitá, na cidade de Cunha Porã, localizada no Oeste de Santa Catarina. O resgate, que demandou mais de oito horas, culminou na localização do corpo a uma profundidade de 9 metros, apenas na terça-feira, 12.

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) foi acionado por volta das 19h de segunda-feira. O indivíduo ficou aprisionado no silo secador, utilizado para secagem de grãos, onde teria sido engolido pelos grãos e submergido na área de descarga dos caminhões. Segundo os bombeiros, o local continha toneladas de grãos.

Cerca de 20 bombeiros militares e membros da comunidade foram mobilizados para o resgate, empregando técnicas de salvamento que incluíram barreiras de contenção e aspiração dos grãos.

Por volta das 3h30 da madrugada de terça-feira, o corpo do homem foi encontrado sem vida a uma profundidade aproximada de 9 metros. Ele foi retirado e a Polícia Científica ficará encarregada de concluir o laudo que determinará as causas da morte. As equipes envolvidas no resgate incluíram bombeiros de Cunha Porã, Maravilha e São Miguel do Oeste, assim como agentes da Polícia Científica e Civil, além da prefeitura de Cunha Porã, que disponibilizou uma retroescavadeira e equipamentos para aspirar os grãos, provenientes de uma cooperativa local.

 

Informações NSC Total 

Foto CBMSC Divulgação