Search
Close this search box.

Temperaturas negativas poderão ser precedidas de fortes tormentas no RS

Diego Camargo

Diego Camargo

[vc_row][vc_column][vc_column_text]A Sigma Meteorologia publicou no fim da noite de ontem (10) que um quadro de instabilidade começará a atingir partes do Uruguai e o Rio Grande do Sul a partir do final desta quinta-feira (11). Entre o final da tarde e noite desta quinta e principalmente entre a madrugada e manhã de sexta-feira (12), um sistema composto por nuvens de tormenta deve se formar.

Conforme a empresa, a presença de perturbações no escoamento de altos e médios níveis da atmosfera, associados ao intenso escoamento de ar úmido e quente pelo JBN (Jato de Baixos Níveis) que estará direcionado para a região do Uruguai e Rio Grande do Sul, além do aprofundamento de um sistema de baixa pressão atmosférica e formação de um sistema frontal (Frente Fria) nessa região, serão alguns dos fatores responsáveis por tornar a atmosfera muito instável, especialmente em áreas dos departamentos do centro/norte e nordeste do Uruguai e em áreas de fronteira entre o Brasil e Uruguai e na metade Sul do Rio Grande do Sul durante o período anteriormente citado (incluindo cidades próximas ao Chuí, Melo, Jaguarão, Pelotas, Bagé e Livramento, por exemplo).

Os ingredientes disponíveis na atmosfera são favoráveis a formação de fortes tormentas que localmente podem causar chuvas fortes e torrenciais, acompanhadas de muitas descargas elétricas, eventuais rajadas de vento > 80 km/h e queda de granizo com potencial para causar danos e transtornos de forma localizada nestas regiões.

A sexta-feira ainda terá altas temperaturas (entre 25°C e 30°C) com sol brilhando entre nuvens em diversos pontos do centro/norte do RS. Com o avanço da frente fria a partir do final do dia e ao longo da madrugada e manhã de sábado (13), as instabilidades com chance de temporais se propagam para as demais áreas do estado, em especial áreas do centro/norte do estado, incluindo a Capital.

Os maiores valores de precipitação acumulada na sexta-feira deverão ser registrados entre o Centro/Norte do Uruguai e metade Sul do RS, com valores entre 40/80 mm, localmente mais altos (> 100 mm) num período de aproximadamente 12 h.

Na retaguarda do sistema frontal, uma nova incursão de ar polar será responsável por causar intenso resfriamento e queda acentuada das temperaturas ao longo do sábado com condição para geadas generalizadas e inclusive temperaturas negativas em alguns pontos no amanhecer de domingo (14) em áreas da província de Buenos Aires, Uruguai e metade sul do Rio Grande do Sul. Nas demais áreas do estado, incluindo a Capital, as temperaturas ficam próximas ou abaixo dos 5°C.

A presença de um intenso bloqueio atmosférico no Brasil Central será responsável para que o ar frio de ar polar mais forte fique aprisionado na região de latitudes médias (até o RS, mas atingindo ainda algumas áreas do centro/sul de SC, especialmente as regiões de maior altitude) e a frente fria após cruzar o estado, tenha uma trajetória oceânica pela costa do Sul e Sudeste do país.

Créditos: Sigma Meteorologia[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]