Search
Close this search box.

Sobe para 27 o número de mortos como resultado das enchentes no Rio Grande do Sul

Taiana Camargo

Taiana Camargo

O número de óbitos na maior tragédia decorrente das enchentes aumentou para 27, segundo informações da Defesa Civil. Na manhã desta quarta-feira, foram descobertos seis corpos em Roca Sales, elevando o saldo trágico. Os temporais que varreram o Rio Grande do Sul ao longo desta semana já resultaram em um total de 27 vítimas fatais, conforme confirmado pelas autoridades.

Muçum, localizada no Vale do Taquari, emergiu como uma das cidades mais impactadas, com um total de 15 vidas perdidas. Esse desastre natural é considerado o mais severo já registrado no estado, causado pelo impacto de um ciclone extratropical na última segunda-feira. Para socorrer as vítimas, militares do Corpo de Bombeiros da 7ª BBM, parte da Força de Resposta Rápida da região, estão atualmente em Muçum, auxiliando no resgate de pessoas encurraladas, sob o comando do Major Alessandro Vicente Bauer, comandante do 7º Batalhão de Bombeiro Militar. Além disso, uma equipe composta por bombeiros de Erechim, também integrantes da Força de Resposta Rápida do estado, foi mobilizada na manhã de terça-feira para colaborar nas operações de resgate em Muçum. Os Sargentos Diego, Felipe e o soldado Scolari, recém-treinados em operações de resgate em enchentes, partiram de Erechim para fornecer assistência crucial à região, com o apoio do Jeep Clube. Os temporais causaram sérios danos em quase 70 municípios gaúchos, deixando mais de 3 mil pessoas desalojadas e 1,65 mil desabrigadas.


A situação nas rodovias federais também é crítica, com pontos de bloqueio e interdições em várias estradas:

  • Na BR-290, no km 9,5 em Osório, no sentido litoral/capital, o acostamento e a faixa da direita estão interditados devido ao acúmulo de água na pista.
  • Na BR-386, no km 354, em Estrela (Ponte do Arroio Estrela), o trânsito foi liberado na pista sentido interior/capital, com uma faixa para cada sentido. A pista capital/interior ainda permanece bloqueada.
  • Na BR-386, no km 339, em Lajeado, a pista lateral está interditada no sentido crescente, devido às obras de duplicação, com o trânsito fluindo pela pista principal.
  • Na BR-116, no Km 181, em Nova Petrópolis, voltou ao sistema pare e siga, com semáforo no local.
  • Na BR-116, no Km 96, em São Marcos, a ponte do Rio das Antas está totalmente interditada por questões de segurança.
  • Na BR-470, no km 143, em Nova Prata (Ponte do Rio da Prata), a pista está interditada para veículos pesados, permitindo apenas a passagem de veículos leves.

 

 

Informações Quentuchas Notícias