Search
Close this search box.

PF deflagra ação para reprimir desvio de recursos públicos da educação em municípios do RS

Taiana Camargo

Taiana Camargo

Nesta quinta-feira, 14, a Polícia Federal iniciou a Operação Rêmora para investigar desvio de recursos públicos, corrupção ativa e passiva, e crimes licitatórios relacionados à aquisição de equipamentos para escolas em Cachoeirinha/RS.

Agentes federais estão cumprindo nove mandados de busca e apreensão emitidos pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) em Porto Alegre (1), Cachoeirinha (3), Lajeado (3), Guaporé (1) e Estrela (1), todos no Rio Grande do Sul.


A investigação concentra-se na compra de 321 lousas interativas para escolas do município, no valor aproximado de R$ 10 milhões, realizada pela Prefeitura de Cachoeirinha no segundo semestre de 2022, a pedido da Secretaria Municipal de Educação.

Iniciada em novembro de 2023 com base em reportagens da imprensa e relatórios de auditoria do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE/RS), a investigação aponta que a empresa sob suspeita foi contratada por várias prefeituras gaúchas por meio de adesões a atas de Registro de Preço.

A Polícia Federal coordenou esforços com a Operação Conexão da Polícia Civil, identificando alvos em comum e realizando parte dos mandados de busca e apreensão em conjunto, de acordo com as atribuições de cada instituição.

 

Informações Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Sul