Passo Fundo: trigêmeas nascem em data especial

Diego Camargo

Diego Camargo

Era próximo do meio-dia de 12 de outubro quando Edilaine Moreira, de 27 anos, deu à luz a três meninas. A gravidez de trigêmeas, descoberta na sétima semana de gravidez durante um exame de pré-natal, foi um presente para o casal que tem histórico de gêmeos na família. Allana, Mariana e Helena eram muito esperadas pelos pais, naturais de Ametista do Sul. Nascidas de 33 semanas, as pequenas estão internadas em estado estável na UTI Neonatal do Hospital São Vicente de Paulo de Passo Fundo.

A ansiedade pela chegada das filhas foi grande para Arilson Rodrigues Grana, de 25 anos. “O nascimento delas foi algo único, que não sei explicar. A melhor sensação do mundo, sem dúvidas, foi ver elas pela primeira vez”, contou o pai das crianças. Após a confirmação da gravidez de alto risco, o casal precisou viajar duas vezes por mês para Passo Fundo com a finalidade de acompanhar com segurança o caso.

A mãe, Edilaine Moreira, destacou a felicidade com o nascimento das filhas. “São três guerreiras que chegaram bem no Dia das Crianças. Achamos ótimo quando nos encaminharam para o HSVP pois aqui, do pré-natal até o dia do parto, tivemos a certeza que elas nasceriam com todo o suporte médico e de estrutura. Agora, até receberem alta, podemos visitá-las três vezes ao dia. É um momento muito especial quando estamos com elas.”

Allana, Mariana e Helena estão internadas em leitos separados, para que recebam os cuidados iniciais de acordo com as suas necessidades. A enfermeira responsável pela UTI Neonatal, Daiane Soldá, ressaltou que as três estão bem diante da complexidade dos nascimentos de crianças trigemelares. “As visitas dos pais nesse momento são fundamentais, porque ajudam na criação de laços familiares mas, principalmente, estimulam o desenvolvimento das bebês até o momento da alta”.

Créditos: HSVP