Search
Close this search box.

Participantes do Fórum de Educação visitam Roteiro de Turismo Rural de Getúlio Vargas

Diego Camargo

Diego Camargo

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1524838978517{margin-left: 15px !important;}”]

Rinaldo Pedro escreveu que: Rinaldo Pedro escreveu que:

Fazer TURISMO é como entrar num PORTAL DO TEMPO

e eleger o local desejado, no momento certo.”

Partindo dessa ideia, no último dia 19 de abril, algumas propriedades do Roteiro de Turismo Rural Getúlio Vargas: Fé, Cultura e Tradição, receberam um grupo de professores que participavam do Fórum de Educação do município. Esse passeio com vivencias práticas fazia parte da Oficina “Avaliação de Técnicas Práticas para o Ensino de Ciências”, que foi ministrada pela professora Rosana Bertella.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][prime_cq_vc_gallery images=”6435″ itemwidth=”240″ offset=”4″ minwidth=”240″][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Grupo de professores

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1524839284375{margin-left: 15px !important;}”]

A professora Rosana, definiu para o passeio algumas propriedades que condiziam com o tema da oficina, no qual fosse possível vivenciar alguns momentos práticos onde a ciência pudesse estar presente. A professora Rosana, definiu para o passeio algumas propriedades que condiziam com o tema da oficina, no qual fosse possível vivenciar alguns momentos práticos onde a ciência pudesse estar presente.

Primeiramente o grupo visitou a Casa do Mel, onde foram recebidos pelo casal Gilmar (presidente da Associação) e Neusa Centenaro e pela apicultora Ironilde Viana. No local, Gilmar teve uma conversa bem prática com os professores, onde falou da vida das abelhas, do processo de retirada do Mel, do perigo dos agrotóxicos para a sobrevivência delas, trouxe alguns produtos extraídos das abelhas, entre diversos outros assuntos que deixaram os participantes muito instigados.

Após toda essa transferência de conhecimento de Centenaro, o grupo fez uma degustação de produtos produzidos pelos apicultores da Associação.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][prime_cq_vc_gallery images=”6436,6437″ itemwidth=”240″ offset=”4″ minwidth=”240″][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1524839289574{margin-left: 15px !important;}”]

A segunda propriedade visitada foi a Agroindústria da Lucy, os proprietários Lucimar e Airton Vitali receberam os professores com muita simpatia e ofereceram, além da degustação dos produtos fabricados pela família, uma oficina prática de bolachas, onde o pessoal teve que colocar a “mão na massa.” Lucimar também falou do desafio que foi pra família implantar a Agroindústria, desde a ideia, até o desenvolvimento do projeto, e como esse novo empreendimento, que hoje é a principal fonte de renda do casal, foi e é importante para eles, além claro, do bem receber os visitantes, o que o casal gosta e faz muito bem.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][prime_cq_vc_gallery images=”6438,6439,6440″ itemwidth=”240″ offset=”4″ minwidth=”240″][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1524839294645{margin-left: 15px !important;}”]

O Recanto do Campeiro foi o terceiro local visitado pelo grupo de professores. Todos foram recebidos com o abraço caloroso de seu Wilson Loch, proprietário do Recanto e por muita música tradicionalista, com o gaiteiro mirim Murilo. Loch apresentou ao visitantes o museu de objetos antigos, além de proporcionar aos interessados passeios a cavalo e servir um delicioso almoço.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][prime_cq_vc_gallery images=”6441,6442″ itemwidth=”240″ offset=”4″ minwidth=”240″][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1524839300150{margin-left: 15px !important;}”]

No Distrito de Souza Ramos os professores visitaram o Recanto do Rio Formiga, propriedade de Maria Helena e Ivo Zambam, no local também foram recebidos por música e alegria. A oficineira Rosana fez um momento de contemplação da natureza e também uma dinâmica, onde o grupo ficou de pés descalços para sentir a energia existente na terra e no ar puro.No Distrito de Souza Ramos os professores visitaram o Recanto do Rio Formiga, propriedade de Maria Helena e Ivo Zambam, no local também foram recebidos por música e alegria. A oficineira Rosana fez um momento de contemplação da natureza e também uma dinâmica, onde o grupo ficou de pés descalços para sentir a energia existente na terra e no ar puro.

Seu Zambam, convidou os interessados para fazer o jogo do Cinquilho, uma das atrações da propriedade, onde os professores se inscreveram e competiram entre si, as duas primeiras colocadas ganharam prêmios. A turma se divertiu muito e a risada foi garantida. Além disso, dona Maria Helena serviu aos presentes os seu delicioso suco de lima os produtos feitos a base de peixe para degustação.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][prime_cq_vc_gallery images=”6443,6444,6445,6446″ itemwidth=”240″ offset=”4″ minwidth=”240″][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1524839305277{margin-left: 15px !important;}”]

Para concluir o passeio e a oficina, o grupo visitou a Casa Nostra, onde foram calorosamente recebidos pela proprietária Ivanir Morillos, no local Ivanir mostrou o espaço feito com plantas medicinais, além de fazer um trabalho envolvendo a religiosidade e a espiritualidade, terminando a visita à propriedade com um delicioso chá da tarde.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][prime_cq_vc_gallery images=”6447,6448″ itemwidth=”240″ offset=”4″ minwidth=”240″][/vc_column][/vc_row]