Search
Close this search box.

PARA O LAR – 5

Diego Camargo

Diego Camargo

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1519481141308{margin-left: 15px !important;}”]


  • O fato de seus convidados estarem um pouco atrasados para o jantar não têm grande problema. Mas e o suflê que já está no forno? Sua aparência é claro, não resistirá por muito tempo depois de pronto, Faça o seguinte: assim que estiver cozido, proteja-o com papel de alumínio e deixe no forno (que ainda estará quente), mas com a portinha aberta.
  • Os vegetais (frutas, legumes e verduras) são perecíveis e devem ser consumidos com certo imediatismo. Por isso não se acanhe em comprar esses produtos por unidade, um hábito nos países europeus.
  • Aproveite, sempre que for possível, as cascas, os talos e as sementes dos vegetais. As folhas e os talos do brócolis dão, por exemplo, para serem aproveitados em sopas. A casca do ovo, por exemplo, rica em cálcio, pode ser misturada à farinha em bolos e pães, basta triturá-la no liquidificador. O vinho azedado, em vez de se dispensado, vai muito bem como vinagre nas saladas.
  • Conserve na geladeira os vegetais sempre inteiros. No caso do abacaxi, por exemplo, descasque, mas não retire o miolo. Já a metade que sobrou do abacate deve ser guardada junto com o caroço. Essas são medidas que aumentam o tempo de vida do alimento
  • Não guarde a sobra da comida na panela. Guarde-a em recipientes adequados e na geladeira. Isto manterá a aparência da comida para que seja bem reaproveitada.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]