Search
Close this search box.

Mulher que teria tentato se matar com a filha sai da UTI e deve receber alta logo

Diego Camargo

Diego Camargo

A mulher de 34 anos envolvida em uma colisão de trânsito na tarde de segunda-feira, dia 17, na BR-386, em Lajeado/RS, saiu da UTI e seu quadro de saúde é considerado bom. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, em breve ela deverá receber alta hospitalar. A mulher conduzia um Fiat Uno (placas de Cruzeiro do Sul) com a filha de dois anos a bordo, e ao colidir de frente com um caminhão, nas imediações do Bairro Olarias, sofreu diversos traumatismos pelo corpo, inclusive na cabeça.

Pela gravidade do caso, ela foi transferida do HBB, de Lajeado, para o Hospital de Pronto-Socorro de Canoas (HPS), onde passou por cirurgia e ficou por dias internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A menina sofreu apenas escoriações, e passa bem.

A mulher foi indiciada pela Polícia Civil por tentativa de homicídio e teve a prisão preventiva decretada. Conforme a delegada regional de polícia, da 19ª Delegacia de Polícia Regional de Lajeado, Shana Luft Hartz, apesar de o estado de saúde da mulher ser delicado, ela está com mandado de prisão decretado. “Este mandado refere-se a tentativa de homicídio da filha, uma criança de apenas dois anos que estava junto no veículo”, explica a delegada.

Uma gravação de vídeo mostra a mulher falando para a própria filha, dentro do automóvel, que elas iriam “se matar”. A polícia aguarda agora a recuperação da condutora para dar sequência às investigações.

A colisão frontal com um caminhão, tratada como crime de trânsito pela investigação, teria sido causada pela motorista do Uno. Em depoimento à polícia, o condutor do caminhão disse que o veículo teria mudado o sentido do tráfego para colidir de frente com o caminhão.

Créditos: Agora No Vale/Grupo APNI RS