Search
Close this search box.

Mais de 700 kg de alimentos impróprios para consumo destinados a escolas do RS são apreendidos

Taiana Camargo

Taiana Camargo

Uma ação conjunta de combate ao abigeato resultou na apreensão de 713 kg de carne imprópria para consumo, destinada às escolas municipais na região Sul do Estado. As carnes de gado, porco e frango estavam descongeladas e eram transportadas em um caminhão com o sistema de resfriamento desligado, além de não possuir alvará sanitário. Todo o material foi inutilizado. O incidente ocorreu na cidade de Cerrito, e os alimentos seriam distribuídos para escolas em Arroio Grande, Herval e Pedro Osório. A operação contou com a participação do Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO Sul), Inspetoria Veterinária Estadual e Vigilância Sanitária municipal.

Rodrigo Eslabão, fiscal da Vigilância Sanitária de Cerrito, explicou que essa operação é realizada mensalmente de maneira rotineira. “Desta vez, o furgão foi encontrado na cidade de Cerrito. Os demais alimentos no veículo foram apreendidos temporariamente e posteriormente liberados nesta terça-feira”, afirmou o fiscal.

A fiscalização ocorreu na Avenida Flores da Cunha, próximo ao posto da Brigada Militar. “Outros alimentos foram liberados por não estarem contaminados. No entanto, a carne estava descongelada, o sistema de frios do caminhão estava desligado durante a fiscalização e não havia alvará sanitário”, explicou Eslabão. “Conforme a legislação, para que a carne seja liberada, é necessário que ela esteja em temperatura negativa, não compartilhe espaço com outros produtos e que o veículo esteja em condições de higiene, o que não foi o caso.”

O motorista foi conduzido à Delegacia de Polícia em Pedro Osório e liberado após o registro da ocorrência.

 

Informações RS Agora 

Foto: Celestino Garcia/ Prefeitura de Cerrito