Search
Close this search box.

Grêmio faz 2 gols em 3 minutos mas perde a chance de ser vice-líder

Diego Camargo

Diego Camargo

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1538880715879{margin-left: 15px !important;}”]

Foto: Lucas Uebel/Divulgação

O Grêmio jogou na noite de sábado (06/10) na Arena do Grêmio em Porto Alegre contra o Bahia e desperdiçou a chance de chegar aos 53 pontos e assumir a vice liderança do campeonato.

O grêmio esteve em campo escalado com: Marcelo Grohe (Paulo Victor), Leonardo Gomes, Geromel, Kannemann, Juninho Capixaba, Maicon (André), Cícero, Everton (Marinho), Luan, Alisson e Jael.

Logo aos 3’ do primeiro tempo o Bahia saiu na frente com Élber, e ampliou aos 22’ do segundo tempo com o segundo gol de Élber e já com um jogador a menos, pois Jackson levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. O Grêmio com um jogador a mais, mantinha pressão sobre o Bahia até que Juninho Capixaba aos 39’ do segundo tempo descontou para o Grêmio, e aos 42’ em um pênalti duvidoso sofrido por Marinho e cobrado por Jael, o Grêmio empatou a partida, garantindo 1 ponto e se mantendo na 5ª posição, à cinco pontos do líder Palmeiras.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][prime_cq_vc_gallery images=”8738″ itemwidth=”240″ offset=”4″ minwidth=”240″ notification=””][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1538881024821{margin-left: 15px !important;}”]


Foto: Raul Pereira/Divulgação

A má notícia da noite foi a lesão de Everton aos 42’ do primeiro tempo, que será reavaliado pelo departamento médico.

O Grêmio terá a chance de diminuir a vantagem de 5 pontos do líder Palmeiras no jogo de domingo (14 de outubro), no Estádio Pacaembu em São Paulo às 16h.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Rendimento abaixo do esperado na Ilha do Retiro

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][prime_cq_vc_gallery images=”8737″ itemwidth=”240″ offset=”4″ minwidth=”240″ notification=””][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1538880856698{margin-left: 15px !important;}”]

Foto Ricardo Duarte/Divulgação

Na noite de sexta-feira (05), o Internacional entrou em campo no Estádio Ilha do Retiro em Recife, contra o Sport. Escalado com Lomba, Fabiano, Klaus, Santos, Iago, Camilo (Charles), Dourado, Patrick, Rossi (D’Alessandro), Pottker (Jonathan Alvez) e Nico López.

Procurando se isolar na liderança do Campeonato Brasileiro contra a equipe que está na zona de rebaixamento, com desfalques importantes de Edenílson, Víctor Cuesta por suspensão e Rodrigo Moledo e Leandro Damião lesionados, não aproveitou a oportunidade e se mostrou com um futebol diferente dos bons momentos que estávamos acostumados a vivenciar nessa temporada.

O time saiu ganhando com o gol de Nico López aos 22’ do segundo tempo, porém aos 34’ o Sport empatou com Adryelson e aos 43’ Mateus virou para a equipe de Recife.

Um declínio do rendimento da equipe vem se mostrando nos últimos jogos, o time conquistou apenas 4 pontos de 12 possíveis, perdendo assim a oportunidade de ficar na liderança do campeonato.

O próximo jogo do Internacional será um confronto direto contra o São Paulo no Domingo, dia 14 de outubro, no Estádio Beira Rio em Porto Alegre.

Por Mateus Pegoraro

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]