Search
Close this search box.

Governo do Rio Grande do Sul decreta situação de emergência devido à dengue

Taiana Camargo

Taiana Camargo

Com 20 óbitos confirmados no Estado, o governador Eduardo Leite anunciou nesta terça-feira, 12, a declaração de situação de emergência em saúde pública no Rio Grande do Sul. Esta medida, conforme o decreto nº 57.498, visa a prevenção, controle e cuidados com a saúde diante do risco epidemiológico enfrentado pela população devido à epidemia de doenças, atualmente presente em 94% dos municípios gaúchos.

Com a declaração do estado de emergência, o governo estadual poderá direcionar recursos para o combate à dengue com maior agilidade, evitando os processos lentos e burocráticos de licitação, por exemplo. O decreto permite um processo mais rápido na aquisição de insumos, como medicamentos e vacinas, entre outros, facilitando a resposta ao surto de dengue. Além disso, abre caminho para que o governo federal disponibilize recursos específicos para ações de combate à dengue no Estado.


Esta medida complementa uma série de iniciativas do Governo do Estado, através da Secretaria da Saúde, nos últimos dias para o controle da doença. Na segunda-feira, 11, foi lançada uma plataforma para o manejo clínico de casos, que permite a identificação do estado de saúde e tratamento de cada paciente com base em características, sinais e sintomas. Também foi emitida uma nota técnica conjunta com o Conselho Regional de Enfermagem (Coren), autorizando profissionais de enfermagem a solicitarem exames, especialmente hemogramas, em casos suspeitos.

A Secretaria da Saúde enfatiza a importância de que a população busque atendimento médico nos serviços de saúde assim que apresentarem os primeiros sintomas. Isso é crucial para evitar complicações da doença e possíveis óbitos.

 

Informações Assessoria de Imprensa

Imagem Ilustrativa