Search
Close this search box.

Fuga de motociclista em Erebango e colisão seguida de fuga em Getúlio Vargas

Diego Camargo

Diego Camargo

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1548850277064{margin-left: 15px !important;}”]

BRIGADA MILITAR  – CRPO/ PLANALTO

13º BPM/3ª CIA – GETÚLIO VARGAS/RS

 


SUMÁRIO DIÁRIO DO DIA 29/01/2019

GETÚLIO VARGAS

  • Às 03h um morador da cidade informou que um veículo VW\GOLF colidiu em um contêiner, logo após fugiu do local, no entanto a placa do veículo acabou caindo com a colisão e foi localizada pela guarnição. Efetuadas buscas, mas não foi localizado o veículo.

 

  • A guarnição de serviço foi informada, às 20h15, pelos agentes do presídio que uma senhora solicitou ajuda. Ao chegar no local a mesma informou que está separada do seu ex-marido, o qual se encontra na casa que é alugada, porém não quer sair. Sendo assim mesma foi orientada quanto aos procedimentos e conduzida para pernoitar na casa de sua irmã.

 

EREBANGO

  • A guarnição de serviço deslocou até Erebango, onde foi informada que havia duas motos circulando próximo a área bancária. Ao chegar próximo ao local, a guarnição avistou uma moto Factor de cor vermelha, ordenando que parasse, mas a mesma ignorou a ordem de parada e empreendeu fuga. Acompanhada pela viatura, em certo momento o condutor perdeu o controle e caiu em um barranco, sendo então abordado para identificação, porém ofereceu resistência sendo necessário o uso da algema. O mesmo foi identificado e constatado que a moto está com licenciamento vencido e o condutor não era habilitado. Foram adotadas todas as medidas administrativas cabíveis e conduzido o condutor para a Delegacia de Polícia.

 

ABORDAGENS

  • Nas últimas 24h foi realizado o Policiamento Ostensivo, sendo abordado e identificado diversos veículos e pessoas, não sendo constatada nenhuma irregularidade.

 

DICAS DE SEGURANÇA

EM CASO DE ACIDENTE

  • Deparando-se com um acidente, antes de tentar prestar qualquer socorro, respeite a sua própria segurança. Evite ser, também, mais uma vítima. Se já houver outras pessoas prestando socorro no local, siga adiante e tente avisar a autoridade mais próxima.
  • Se você não é médico ou paramédico, evite mexer nas vítimas e nem permita que leigos removam as pessoas acidentadas. Aguarde o socorro apropriado e evite o agravamento das lesões por manipulação inadequada. Sua principal função será evitar o pânico, confortar os feridos, pedir o socorro e sinalizar o local com triângulo, galhos ou lanternas.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]