Search
Close this search box.

Destaque: homem encontrado morto em Erechim

Diego Camargo

Diego Camargo

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1542322876047{margin-left: 15px !important;}”]Um homem de 36 anos, que estava desaparecido desde quarta-feira, foi encontrado morto, dentro do próprio carro no início da tarde desta quinta-feira, em Erechim. O corpo de Claudinei Ronssoni estava caído sobre o banco de seu automóvel Renault Scenic, que estava parado em uma estrada de terra próxima do bairro Aeroporto. Ele apresentava um ferimento de arma de fogo na cabeça, e o vidro dianteiro do lado esquerdo do carro apresentava uma perfuração.

A Brigada Militar isolou o local.

Fonte: Atmosfera Online / Foto Divulgação[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][prime_cq_vc_gallery images=”9035″ itemwidth=”240″ offset=”4″ minwidth=”240″ notification=””][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_separator][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Indígenas de Charrua ocupam Funai de Passo Fundo e homem é baleado no local

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][prime_cq_vc_gallery images=”9036″ itemwidth=”240″ offset=”4″ minwidth=”240″ notification=””][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1542323696714{margin-left: 15px !important;}”]


Créditos: Mateus Miotto/Rádio Uirapuru

Na manhã desta quinta-feira (15) cerca de 100 indígenas invadiram a sede da Funai em Passo Fundo, localizada na Rua Uruguai, 2.648, no Boqueirão. Entre os indígenas estavam crianças. Por medo dos conflitos na Aldeia do Ligeiro, em Charrua, após a saída da Força Nacional no início desta semana, o grupo veio em busca de ajuda.

Um dos manifestantes foi baleado por um homem que chegou no local com um carro Clio prata. O homem, que não seria de origem indígena, teria entrado em discussão e dado um tiro em um dos índios. A Brigada Militar teve que ser acionada.

A origem do problema na reserva, conforme os próprios indígenas, é o arrendamento das terras. Para eles a Funai, Polícia Federal e Ministério Público precisam tomar uma atitude imediata, inclusive com a troca do cacique atual que, segundo ele, não foi pela comunidade. Já são sete meses de conflitos diretos na aldeia.

O porta-voz do grupo relatou a uma rádio que na segunda-feira as famílias acompanharam diversos tiroteios na aldeia, que resultaram em quatro baleados, um deles, de 42 anos, veio para o Hospital da Cidade de Passo Fundo. Segundo ele, também foram ameaçados por não permitir o arrendamento para um agricultor apoiado pelo cacique.

O grupo teve que passar a manhã anterior no mato debaixo de chuva. O índio lembrou que antes ele tinha quatro hectares e meio de terra para sustentar a família.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_separator][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Ypiranga perde em casa e precisa reverter o placar de 2 a 0 diante do Gaúcho neste domingo

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][prime_cq_vc_gallery images=”9037,9038″ itemwidth=”240″ offset=”4″ minwidth=”240″ notification=””][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1542323885194{margin-left: 15px !important;}”]O Canarinho não terá uma tarefa fácil na semifinal da Copa Wianey Carlet. O Ypiranga vai precisar reverter o placar de 2 a 0 diante do Gaúcho na segunda partida da disputa por uma vaga na decisão da competição estadual.

A primeira partida aconteceu nesta quinta-feira (15) no Colosso da Lagoa, e o placar acabou beneficiando o Gaúcho, que marcou 2 a 0, com Rafael Paraíba aos 4 minutos do primeiro tempo, e Dimitry, aos 15 do segundo tempo.

Com o resultado desfavorável em casa, o Ypiranga precisa reverter o placar na partida da volta, que acontece no próximo domingo (18), às 11 horas na Arena BSBios. Como o regulamento prevê o gol qualificado, o Ypiranga precisa marcar no mínimo dois gols na casa do adversário.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]