Search
Close this search box.

Chapecó: cozinheira pede ajuda através de bilhete enviado em lanche para denunciar assédio sexual

Diego Camargo

Diego Camargo

Uma cozinheira, de 19 anos, pediu ajuda através de um bilhete em um lanche entregue por delivery, para denunciar um homem que a assediava. O fato foi registrado na noite de sexta-feira (28), em Chapecó (SC).

De acordo com a Guarda Municipal, que atendeu a ocorrência, uma guarnição foi abordada por um casal, que informou ter solicitado um lanche via delivery. Quando eles receberam o produto, encontraram o bilhete com o pedido de socorro da vítima.

A guarnição foi até o estabelecimento indicado, conversou com o proprietário e localizou a vítima. Em relato à Guarda Municipal, ela contou que seu chefe ofereceu drogas (cocaína) a ela. Ele ainda teria passado a mão nas pernas e pescoço da jovem.

Ainda conforme o relato, depois de tê-la assediado, ele novamente lhe ofereceu drogas e ainda ofereceu R$ 150 para cada vez que ela dormisse com o mesmo. Neste momento, segundo a vítima, ele a agarrou e tentou levá-la para um quarto, mas ela conseguiu se desvencilhar.

Mais tarde, conforme relatou a vítima, ele novamente a ofereceu cocaína. Diante da recusa, ele ofereceu então um copo de vinho com coca-cola, entretanto, ela relatou que o rapaz havia colocado um produto branco dentro da bebida.

Com isso, ela conta que resolveu escrever um bilhete para pedir socorro e colocou dentro do pacote de um pedido que seria entregue à cliente. Em buscas no local, a Guarda Municipal localizou em um quarto duas buchas com substância semelhante a cocaína.

A vítima e o suspeito foram conduzidos até a Central de Plantão Policial, onde foi lavrado o boletim de ocorrência. Um inquérito será instaurado para apurar os fatos.

Fonte: ClicRDC │ Foto: Guarda Municipal