Search
Close this search box.

Cerco aos assaltantes de banco chega ao sexto dia

Diego Camargo

Diego Camargo

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1556550259923{margin-left: 20px !important;}”]Com o amanhecer dessa segunda-feira (29), as buscas na área cercada reiniciam, em Linha 1º de Março, na divisa de Campina das Missões com Porto Lucena.

Segundo o jornal LH Franqui, o cerco na área onde ainda estariam três bandidos foi mantido durante toda a noite, que foi de baixa temperatura e neblina.

Hoje a operação entra no sexto dia de mobilização das forças de segurança pública de toda a região.

O cerco iniciou por volta das 16h de quarta-feira (24) e conta com 150 policiais no front, sob o comando do major Valtair Dorneles, comandante do 4º BPAF.


Não houve prisões e apreensões nas últimas horas, informa a major Vanessa Peripolli.

POLICIAL RODOVIÁRIO APOSENTADO PRESO – Segundo as informações transmitidas pela Brigada Militar, o primeiro indivíduo detido foi preso em Porto Lucena, por volta das 17h45min, na praça central da cidade.

Outro foi detido em um acampamento utilizado pelo grupo, em Porto Xavier.

E um terceiro, em uma residência de Porto Xavier. Neste caso, segundo a Brigada Militar, o suspeito seria um policial rodoviário aposentado.

SUPOSTO CRIMINOSO MORTO – Segundo uma fonte na Brigada Militar, um dos presos, ao ser interrogado, teria relatado aos policiais de que um assaltante teria sido morto na troca de tiros ocorrido na madrugada de quinta-feira (25), quando o policial militar Fabiano Lunkes foi morto pelos criminosos.

Atualização –

O assaltante morto domingo (28), após troca de tiros, foi identificado como Izaquiel Gonçalves Souza, 52 anos, natural de Porto Alegre e com vários antecedentes criminais, principalmente no litoral.

Fonte: Au Online[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]