Search
Close this search box.

BABM realiza patrulhamento aquático preventivo na Barragem de Ernestina

Taiana Camargo

Taiana Camargo

Nesta terça-feira, 21, os policiais militares do 3º Batalhão Ambiental da Brigada Militar (BABM) conduziram uma operação de patrulhamento aquático preventivo na Barragem de Ernestina, abrangendo os municípios de Ibirapuitã, Nicolau Vergueiro e Marau.

A equipe do 3º BABM, utilizando uma embarcação, navegou pelas águas com o propósito de fiscalizar o ambiente aquático e a mata ciliar, ao mesmo tempo em que orientava os frequentadores sobre o período da Piracema.

Durante o trajeto, os policiais militares identificaram 635 metros de redes de pesca ilegalmente inseridas no ambiente aquático. Além disso, foram encontradas 35 boias-loucas, equipamento utilizado na pesca predatória.

Mais de 100 peixes, vivos e aprisionados nas redes, foram devolvidos ao ambiente aquático. Um indivíduo foi flagrado praticando pesca de maneira ilegal, sendo identificado e sujeito a responder por crime ambiental.

Todos os materiais apreendidos serão incinerados. O Comando Ambiental da Brigada Militar destaca a importância de conscientização, alertando que redes de pesca “fantasmas” (inseridas e abandonadas no ambiente aquático) são uma significativa fonte de contaminação por plástico em rios e mares, além de provocarem a morte inadvertida de fauna proibida para pesca, como peixes pequenos, tartarugas e aves aquáticas que ficam presos nos petrechos.

O Comando Ambiental da Brigada Militar convoca a população a ser parceira na proteção e preservação do meio ambiente, incentivando a denúncia de crimes ambientais. O Comando Ambiental é o Braço Verde da Brigada Militar.