RS: Ladrões atacam banco, fazem reféns e atiram contra batalhão da BM

ANUNCIO-DIEGO-CAMARGO-scaled
brazaca 220
COLINA VERDE TOPO
REAS SOLAR 70X150

A agência do Banrisul de Amaral Ferrador, no sul do Estado, foi alvo de criminosos que atacaram o banco no começo da tarde de ontem, sexta-feira (13). O assalto envolveu cerca de seis criminosos, que portavam fuzis. De acordo com a Brigada Militar, os bandidos renderam clientes e obrigaram reféns a formarem um cordão humano. Um carro Fit foi incendiado em frente à agência.

Conforme o coronel Douglas Soares, subcomandante da BM, o batalhão da Brigada também foi atacado a tiros pelos criminosos. Ninguém ficou ferido na ação.

Segundo informações da prefeitura de Amaral Ferrador, os criminosos fugiram em uma caminhonete Hilux, que foi roubada de um vereador da cidade. Eles levaram dois reféns — um cliente do banco e uma funcionária —, que foram liberados em seguida. Não há informações sobre a quantia roubada do banco.

Segundo informações da Brigada Militar, batalhões de Choque e de Operações Especiais, estão em busca dos criminosos na região. O Batalhão de Aviação também está indo para o local para auxiliar na procura pelo bando.

Essa não é a primeira vez que a cidade é alvo de ladrões de banco. Em 31 de maio de 2021, criminosos também atacaram o Banrisul de Amaral Ferrador. Esse tipo de ação, na qual pequenas cidades são sitiadas, moradores são feitos reféns e obrigados a formarem cordão humano, é conhecida como novo cangaço.

Segundo indicadores da criminalidade da Secretaria da Segurança Pública (SSP), divulgados na quinta-feira, foram 11 ataques a banco de janeiro a abril de 2022 no Estado. No mesmo período do ano anterior, haviam sido 22 casos.

Fonte: GZH │ Foto: Divulgação

    Leave Your Comment

    Your email address will not be published.*

    vinte − dezesseis =