Search
Close this search box.

Após ser agredida e asfixiada, mulher se salva usando estilete; Agressor precisou ser hospitalizado, mas foi preso

Diego Camargo

Diego Camargo

Um estilete foi o que salvou uma mulher de 23 anos de ser asfixiada pelo namorado, de 26, na noite de sábado (1º) em Blumenau/SC. A Polícia Militar foi acionada na rua Erwin Jenichen, bairro Itoupava Central, por volta das 19h30.

Segundo a vítima, os dois estavam bebendo quando começaram a discutir. Ele e agrediu com um soco no rosto e tentou enforcá-la enquanto a xingava. Para se defender, ela atingiu uma das mãos dele com o estilete.

O Corpo de Bombeiros atendeu o homem e conduziu ele ao Hospital Santo Antônio. Após ser liberado, ele foi direto para a Central de Polícia. Antes de ser preso, ele não quis se manifestar sobre o ocorrido.


Homem tem pulmão perfurado por faca em briga; Tanto o agressor quanto a vítima possuem mais de 30 boletins de ocorrência

Também em Blumenau, um homem de 27 anos teve seu pulmão perfurado após receber uma facada em uma briga no bairro Velha Grande. A Polícia Militar foi acionada pelo Samu por volta das 4h da madrugada de ontem.

A vítima havia sido atacada no Morro do Cruzeiro, na rua Pedro Schneider, durante uma briga. Ele fugiu em sua moto para a rua Três Marias para pedir socorro para os familiares. O veículo também estava com marcas de sangue. Ele foi conduzido ao Hospital Santo Antônio.

Neste meio tempo, os bombeiros foram acionados na rua Gervásio João de Sena, para atender um homem de 46 anos com um ferimento na cabeça. Ele estava visivelmente embriagado e assumiu que havia brigado com outro homem. Ele foi conduzido ao Hospital Santa Isabel, mas recebeu alta logo após ser atendido.

Por ser considerado suspeito da tentativa de homicídio, ele foi direto do hospital para a Central de Polícia. De acordo com a PM, ele possui cerca de 30 boletins de ocorrência. A maioria deles por ameaça, violência doméstica e roubo. O homem é natural de São Lourenço D’oeste e já cumpriu pena em Curitibanos.

Já a vítima possui uma lista de B.O.s tão longa quanto na cidade de Xanxerê. Os crimes incluem lesão corporal, tentativa de homicídio, violência doméstica e ameaça.

Fonte: O Município