Search
Close this search box.

Alarmante: Secretaria da Saúde divulga dados regionalizados da dengue

Diego Camargo

Diego Camargo

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1557669418384{margin-left: 15px !important;}”]A Secretaria Estadual de Saúde publicou relatório com a atualização dos casos de Dengue, Zika e Chikungunya no estado do Rio Grande do Sul em 2019. Conforme o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), apenas de dengue são 323 casos autóctones (quando a doença é contraída dentro do Estado) e mais 65 casos importados. O relatório apresenta dados até 04/05/2019.

Dos 388 casos confirmados, está contabilizado o caso de Getúlio Vargas e mais dois de Erechim. Além dos casos confirmados, outros 416 estão em investigação, 597 foram descartados e 26 casos são considerados inconclusivos, totalizando 1.427 casos suspeitos de Dengue em 2019.


Assim como no restante do país, os casos de dengue autóctones registrados no RS, em 2019, apresentaram sintomatologia clássica, com prevalência de febre, cefaleia e mialgia na maioria dos casos. Em relação às características quanto a sexo e faixa etária dos casos autóctones, houve predomínio no sexo feminino, estando distribuídos entre os 20 e 69 anos de idade.

O estudo ainda apresenta os municípios infestados por Aedes aegypti nos últimos 12 meses no RS. Em uma série histórica de 2000 até 2019, observa, no RS, um aumento significativo no número de municípios infestados pelo mosquito Aedes aegypti. Em 2000 eram 14 municípios infestados, saltando para 349 neste ano. Em comparação ao ano passado (319), houve um aumento de 9,4%.

Somente na área de abrangência da 11ª Coordenadoria Regional de Saúde, 31 municípios constam como infetados:  Aratiba, Áurea, Benjamin Constant do Sul, Barão do Cotegipe, Campinas do Sul, Carlos Gomes, Centenário, Charrua, Cruzaltense, Entre Rios do Sul, Erebango, Erechim, Erval Grande, Estação, Faxinalzinho, Floriano Peixoto, Gaurama, Getúlio Vargas, Ipiranga do Sul, Itatiba do Sul, Jacutinga, Marcelino Ramos, Mariano Moro, Nonoai, Paulo Bento, Ponte Preta, Quatro Irmãos, Rio dos Índios, São Valentim, Severiano de Almeida e Viadutos.

Da 6ª Coordenadoria Regional de Saúde aparecem os municípios de Água Santa, Almirante Tamandaré do Sul, Alto Alegre, Barracão, Barros Cassal, Cacique Doble, Camargo, Campos Borges, Carazinho, Casca, Ciríaco, Coqueiros do Sul, Coxilha, David Canabarro, Ernestina, Espumoso, Gentil, Ibiaçá, Ibiraiaras, Ibirapuitã, Itapuca, Lagoa dos Três Cantos, Lagoa Vermelha, Marau, Mato Castelhano, Maximiliano de Almeida, Montauri, Mormaço, Não Me Toque, Nicolau Vergueiro, Nova Alvorada, Paim Filho, Passo Fundo, Pontão, Sananduva, Santa Cecília do Sul, Santo Antônio do Palma, Santo Antônio do Planalto, Santo Expedito do Sul, São Domingos, São João da Urtiga, São José do Ouro, Serafina Correa, Sertão, Soledade, Tapejara, Tapera, Tio Hugo, Tunas, Vanini, Victor Graeff, Vila Lângaro e Vila Maria, totalizando 53 municípios.

Foto Fiocruz/Divulgação[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]