Search
Close this search box.

Aconteceu no Brasil: casal de irmãos são assassinados e irmã de 15 anos foge e consegue se salvar

Diego Camargo

Diego Camargo

Dois irmãos foram assassinados a tiros na noite de ontem, quinta-feira (03), na cidade de Juína/MT.

De acordo com a Polícia Civil, Vangelista Alves da Rocha, de 22 anos, e Cassimira Alves da Rocha, de 26 anos, foram executados por criminosos. Ambos foram mortos com tiros de pistola 9mm.

A irmã deles, de 15 anos, presenciou o crime, fugiu e conseguiu se salvar.

O crime ocorreu no bairro Módulo 6 por volta de 20h.

Até a manhã desta sexta-feira (04) nenhum suspeito havia sido preso ou identificado.

Segundo a Polícia Militar, vizinhos pediram socorro depois que ouviram disparos e encontraram Vangelista caído na rua. Ele tinha marcas de tiro no corpo e no braço.

Já Cassimira foi encontrada morta dentro da casa da família. Ela foi baleada por, pelo menos, cinco tiros pelas costas.

A irmã deles, de 15 anos, viu o momento em que dois homens atiraram nas vítimas. Ela correu e fugiu para não ser assassinada.

As equipes da Polícia Civil e Politec estiveram presentes no local para iniciar as investigações. Ainda não há informações sobre a motivação do crime.

Os irmãos tinham antecedentes criminais.

Fonte: G1 MT │ Foto: Divulgação


Homem pede carregador e esfaqueia o cunhado em SC

Um homem de 39 anos ficou gravemente ferido após ser esfaqueado pelo cunhado na tarde desta quinta-feira (03) em Joinville/SC. O autor dos golpes fugiu e ainda não foi localizado.

O crime ocorreu por volta das 15h no bairro João Costa. De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava dormindo quando foi acordada pelo suspeito, que pediu um carregador. Depois disso, o homem teria começado a esfaquear o cunhado várias vezes.

Após os golpes, o autor fugiu do local. A PM chegou a fazer buscas na região, mas ele não foi encontrado. Já a vítima foi encaminhada em estado grave ao hospital.

Ainda de acordo com testemunhas, as brigas entre os cunhados eram constantes. Um boletim de ocorrência sobre o caso foi feito.

Fonte: ndmais