Search
Close this search box.

Cadela que atuou em buscas em Brumadinho morre em Goiás

Diego Camargo

Diego Camargo

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1564054481529{margin-left: 20px !important;}”]A cachorra Vênus, de 6 anos de idade, que ajudou os bombeiros nos trabalhos de resgate às vítimas da tragédia da Vale, em Brumadinho, morreu após dar à luz três filhotes. Ela participou de duas ações de buscas em meio à lama tóxica em Minas Gerais.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Goiás, Vênus foi enviada à Brumadinho em fevereiro e, depois, em abril. Ainda segundo a corporação, após a cirurgia de cesária e castração, a cadela apresentou hemorragia interna. Os veterinários tentaram reverter o quadro, mas ela não resistiu. Os três filhotes passam bem.

 


Histórico

Além das viagens à Minas Gerais, Vênus era conhecida por sua colaboração com os militares de Goiás. Segundo a equipe, com um ano de idade, a cadela encontrou seu primeiro cadáver, durante ocorrência, na região do bairro Santa Luzia, em Goiânia.

Posteriormente , encontrou outro com apenas 10 minutos de busca, no Jardim Botânico. Vênus também começou a ser treinada para busca de seres vivos e foi certificada nacionalmente. Em 2016, teve sua melhor ocorrência até então: desvendou um assassinato, em Lagoa Santa, encontrando uma vítima enterrada em um fosso de 15 metros de profundidade.

 

Fonte: R7[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]